quinta-feira, fevereiro 22, 2024
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioTecnologiaComo Implementar Shell Seguro com Servidor SSH em Linux

Como Implementar Shell Seguro com Servidor SSH em Linux

O SSH (Secure Shell) é um protocolo de rede que permite a comunicação segura entre dois computadores. Ele é amplamente utilizado para administrar servidores Linux de forma remota, pois oferece uma camada adicional de segurança em relação aos métodos tradicionais de acesso remoto, como o Telnet.

Neste artigo, vamos mostrar como implementar um shell seguro com um servidor SSH em um sistema Linux. Seguindo essas etapas, você poderá acessar seu servidor de forma segura e proteger seus dados contra possíveis ataques.

Passo 1: Instalação do Servidor SSH

O primeiro passo é instalar o servidor SSH no seu sistema Linux. A maioria das distribuições Linux já inclui o servidor SSH em seus repositórios, então você pode instalá-lo facilmente usando o gerenciador de pacotes da sua distribuição.

Por exemplo, se você estiver usando o Ubuntu, pode instalar o servidor SSH executando o seguinte comando:

sudo apt-get install openssh-server

Após a instalação, o servidor SSH estará em execução no seu sistema e você poderá prosseguir para o próximo passo.

Passo 2: Configuração do Servidor SSH

Depois de instalar o servidor SSH, é necessário configurá-lo para garantir a segurança adequada. A configuração do servidor SSH é feita através do arquivo de configuração principal, que geralmente está localizado em /etc/ssh/sshd_config.

Abra o arquivo de configuração em um editor de texto e faça as seguintes alterações:

  • Defina a porta SSH para um número diferente do padrão (22) para evitar ataques automatizados.
  • Desative o acesso root para impedir o acesso direto ao servidor com privilégios de root.
  • Ative a autenticação de chave pública para uma camada adicional de segurança.

Após fazer as alterações, salve o arquivo de configuração e reinicie o servidor SSH para que as alterações entrem em vigor.

Passo 3: Configuração do Firewall

Para proteger ainda mais o seu servidor SSH, é recomendável configurar o firewall para permitir apenas conexões SSH de endereços IP confiáveis. Isso pode ser feito usando uma ferramenta de firewall, como o UFW (Uncomplicated Firewall).

Primeiro, verifique se o UFW está instalado no seu sistema executando o seguinte comando:

sudo ufw status

Se o UFW não estiver instalado, você pode instalá-lo usando o gerenciador de pacotes da sua distribuição.

Depois de instalar o UFW, você pode configurá-lo para permitir apenas conexões SSH de endereços IP confiáveis. Por exemplo, para permitir apenas o endereço IP 192.168.0.100, execute o seguinte comando:

sudo ufw allow from 192.168.0.100 to any port 22

Depois de configurar o firewall, reinicie o serviço UFW para que as alterações entrem em vigor.

Passo 4: Autenticação de Dois Fatores

Para adicionar uma camada extra de segurança ao seu servidor SSH, você pode habilitar a autenticação de dois fatores. Isso requer que os usuários forneçam duas formas de autenticação para fazer login no servidor SSH.

Existem várias opções para implementar a autenticação de dois fatores, como o uso de senhas e chaves de autenticação ou o uso de aplicativos de autenticação como o Google Authenticator.

Escolha a opção que melhor se adapta às suas necessidades e siga as instruções para configurar a autenticação de dois fatores no seu servidor SSH.

Conclusão

Implementar um shell seguro com um servidor SSH em um sistema Linux é uma etapa importante para garantir a segurança dos seus dados e proteger seu servidor contra possíveis ataques. Siga as etapas mencionadas neste artigo e você poderá acessar seu servidor de forma segura e confiável.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

mais populares

comentários mais recentes