terça-feira, junho 25, 2024
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioTecnologiaFunções explicadas no shell script

Funções explicadas no shell script

O shell script é uma linguagem de script utilizada no sistema operacional Unix e em suas variantes, como o Linux. Ele permite que os usuários automatizem tarefas e executem comandos de forma mais eficiente. Uma das características mais poderosas do shell script são as funções.

As funções no shell script permitem que os usuários agrupem comandos relacionados em um único bloco de código, que pode ser chamado várias vezes ao longo do script. Isso torna o código mais organizado, modular e fácil de manter.

Existem dois tipos de funções no shell script: funções internas e funções externas.

Funções internas

As funções internas são aquelas que já estão disponíveis no shell. Elas são chamadas usando o nome da função, seguido pelos argumentos necessários.

Algumas das funções internas mais comuns no shell script são:

  • echo: exibe uma mensagem na tela;
  • read: lê uma entrada do usuário;
  • cd: muda o diretório atual;
  • pwd: exibe o diretório atual;
  • export: define uma variável de ambiente;
  • unset: remove uma variável de ambiente;
  • exit: encerra o script.

Funções externas

As funções externas são aquelas criadas pelo usuário ou por terceiros. Elas são definidas usando a palavra-chave function seguida pelo nome da função e pelos comandos que serão executados.

Para chamar uma função externa, basta usar o nome da função, seguido pelos argumentos necessários.

Por exemplo, vamos supor que você queira criar uma função que receba dois números como argumentos e retorne a soma deles:

function soma {
local num1=$1
local num2=$2
local resultado=$((num1 + num2))
echo $resultado
}

soma 10 20

Nesse exemplo, a função soma recebe dois números como argumentos, armazena-os nas variáveis num1 e num2, calcula a soma e a armazena na variável resultado. Em seguida, ela exibe o resultado na tela.

As funções no shell script são extremamente úteis para automatizar tarefas repetitivas, melhorar a legibilidade do código e facilitar a manutenção. Elas permitem que os usuários criem blocos de código reutilizáveis, o que economiza tempo e esforço.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

mais populares

comentários mais recentes