domingo, junho 16, 2024
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
InícioTecnologiaHA e replicação - Criando uma replicação MASTER-MASTER

HA e replicação – Criando uma replicação MASTER-MASTER

A alta disponibilidade (HA) é essencial para garantir a continuidade dos serviços em um ambiente de TI. Uma das maneiras de alcançar a HA é através da replicação de bancos de dados. Neste artigo, vamos explorar como criar uma replicação MASTER-MASTER para garantir a disponibilidade contínua dos dados.

A replicação MASTER-MASTER é um método de replicação bidirecional, onde cada nó do banco de dados é tanto um mestre quanto um escravo. Isso significa que todas as alterações feitas em um nó são replicadas para todos os outros nós. Essa abordagem garante que, se um nó falhar, os outros ainda possam atender às solicitações.

Para criar uma replicação MASTER-MASTER, primeiro precisamos configurar dois nós do banco de dados. Vamos chamá-los de Nó A e Nó B. Começaremos configurando o Nó A como o mestre e o Nó B como o escravo.

Passo 1: Configurando o Nó A como mestre

Para configurar o Nó A como mestre, precisamos fazer algumas alterações no arquivo de configuração do banco de dados. Abra o arquivo de configuração e procure a seção [mysqld]. Adicione as seguintes linhas:

log-bin=mysql-bin
server-id=1

Essas linhas ativam o log binário e atribuem um ID de servidor único para o Nó A.

Passo 2: Configurando o Nó B como escravo

Para configurar o Nó B como escravo, também precisamos fazer algumas alterações no arquivo de configuração. Abra o arquivo de configuração e procure a seção [mysqld]. Adicione as seguintes linhas:

log-bin=mysql-bin
server-id=2
replicate-do-db=database_name
master-host=ip_do_no_a
master-user=replication_user
master-password=replication_password

Substitua ‘database_name’ pelo nome do banco de dados que você deseja replicar e ‘ip_do_no_a’ pelo endereço IP do Nó A. Certifique-se de criar um usuário de replicação com as permissões adequadas e substitua ‘replication_user’ e ‘replication_password’ pelas credenciais desse usuário.

Passo 3: Iniciando a replicação

Após configurar os nós, podemos iniciar a replicação. No Nó A, execute o seguinte comando:

FLUSH TABLES WITH READ LOCK;
SHOW MASTER STATUS;

Anote o valor do campo ‘File’ e ‘Position’ mostrado pelo comando SHOW MASTER STATUS. Em seguida, no Nó B, execute o seguinte comando:

CHANGE MASTER TO MASTER_HOST='ip_do_no_a', MASTER_USER='replication_user', MASTER_PASSWORD='replication_password', MASTER_LOG_FILE='nome_do_arquivo', MASTER_LOG_POS=posicao_do_arquivo;
START SLAVE;

Substitua ‘ip_do_no_a’ pelo endereço IP do Nó A, ‘replication_user’ e ‘replication_password’ pelas credenciais do usuário de replicação, ‘nome_do_arquivo’ pelo valor do campo ‘File’ e ‘posicao_do_arquivo’ pelo valor do campo ‘Position’ anotados anteriormente.

Agora, a replicação MASTER-MASTER está configurada e em execução. Todas as alterações feitas em qualquer um dos nós serão replicadas para o outro nó. Isso garante a alta disponibilidade dos dados e a continuidade dos serviços.

Conclusão

A replicação MASTER-MASTER é uma maneira eficaz de garantir a alta disponibilidade dos dados. Ao configurar uma replicação MASTER-MASTER, podemos garantir que, mesmo se um nó falhar, os outros ainda possam atender às solicitações. Este artigo forneceu um guia passo a passo sobre como configurar uma replicação MASTER-MASTER. Esperamos que você encontre útil e que possa implementar essa solução em seu ambiente de TI.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

mais populares

comentários mais recentes